Download

Estratégia 2019+

2019 foi marcado pelo culminar de um período de reflexão estratégica da NOVABASE e consequente atualização do plano estratégico para o horizonte 2019-2023, comunicado ao mercado em julho de 2019.

No âmbito da nova estratégia, a NOVABASE reorganizou as suas atividades em dois novos segmentos: Next-Gen e Value Portfolio.

O segmento Next-Gen agregou os ativos detidos em Serviços Financeiros e Telecomunicações. O segmento Value Portfolio agregou os ativos detidos em Governo, Transportes e Energia (1) bem como IT Staffing e Capital de Risco.

Posicionamento estratégico
impulsionado por grande talento e tecnologia

MOTOR DE TALENTO

MOTOR DE TECNOLOGIA

Recrutamento
On-boarding
Formação técnica
Desenvolvimento de talento

Digital
Cognitive
Agile / DevOps
Automação

duplicar

o Volume de Negócios até 2023

Os traços essenciais da estratégia 2019+ são apresentados de seguida:

  • A NOVABASE irá tornar-se uma “Next-Gen IT Services Company”:
  • Principal objetivo será acelerar o crescimento do Next-Gen por forma a duplicar o Volume de Negócios com margens operacionais de dois dígitos até 2023;
  • Criação de valor através da captação de Talento em Portugal e implementação TI em projetos sofisticados na Europa e Médio Oriente;
  • Estratégia ativa de M&A para facilitar o acesso a clientes.
  • Grande parte da Transformação ocorrerá até 2021;
  • Value Portfolio rentável para financiar a Transformação e crescimento do Next-Gen;
  • Aumento da visibilidade junto dos investidores;
  • Alinhamento da Gestão através de um plano de stock options suportado por um programa de recompra de ações;
  • Devolução aos acionistas de eventuais fundos excedentes (remuneração acionista expectável de 1,5 €/ação entre 2019-2023 (2)).

1,5 €

/ação remuneração acionista expectável entre 2019-2023

FACTO RELEVANTE

Alienação do Negócio GTE

2019 foi igualmente marcado pela alienação do negócio de “Application and Data Analytics” para os sectores de Governo, Transportes e Energia (“Negócio GTE”) à VINCI Energies Portugal, SGPS, S.A. (“VEP”).

A venda do Negócio GTE representou uma conquista fundamental no âmbito da Estratégia 2019+, permitindo à Administração focar-se na Transformação do Next-Gen.

35 M€

Volume de Negócios em 2019

Os traços essenciais deste Negócio são apresentados de seguida:

  • A 4 de novembro de 2019, a NOVABASE celebrou um acordo de venda à VINCI Energies Portugal, SGPS, S.A. do seu negócio de “Application and Data Analytics” para os sectores de Governo, Transportes e Energia, através da alienação das ações representativas da totalidade do capital social da Novabase Digital, S.A., bem como da transferência do valor económico e dos colaboradores afetos ao negócio GTE que se encontrassem noutras empresas do Grupo;
  • O preço acordado foi de 33 M€, a ser pago na data de concretização da transação, estando sujeito a ajustamentos, nos termos do Contrato;
  • A este valor pode acrescer um potencial earn-out de 3 M€, dependente da performance final do Negócio GTE no ano de 2019.

A venda foi substantivamente concluída no final de 2019, após verificação das condições suspensivas a que se encontrava subordinado o Contrato, tendo no dia 9 de janeiro de 2020 ocorrido o pagamento do preço acordado. O preço de venda final está ainda sujeito a ajustamentos positivos ou negativos, decorrentes do apuramento final das cláusulas de preço definidas no Contrato.

Com efeito, a NOVABASE registou, com referência a 31 de dezembro de 2019, a mais-valia pela alienação do Negócio GTE à VEP, no valor de 12,0 M€; o ganho gerado pela venda considera 100% do earn-out.

De salientar que o Negócio GTE representou um Volume de Negócios de 35 M€ em 2019 e cerca de 400 colaboradores.

(1) Alienado no final de 2019.

(2) Incluindo valores pagos desde 01.01.2019.